---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

social
Serviço de Convivência de Jacinto Machado oferece oficinas para crianças, adolescentes e idosos

Publicado em 22/04/2019 às 17:21 - Atualizado em 22/04/2019 às 17:21

 

 

Além de educar, a preocupação com o bem estar dos beneficiados é prioridade no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) de Jacinto Machado. Ao todo 80 crianças e adolescentes e 25 idosos são atendidos pelo programa.

 

Todo o trabalho desenvolvido busca ampliar trocas culturais e de vivências, desenvolvendo o sentimento de pertença e de identidade, fortalecendo vínculos familiares e incentivando a socialização e a convivência comunitária principalmente, de crianças e adolescentes em risco de vulnerabilidade social. “Eles participam de diversas atividades  voltadas à cultura, esporte e lazer”, completa a coordenadora do SCFV, Lucimar Borges.

 

Segundo a coordenadora do Cras Cristiani Gomes, essas atividades são muito importantes, porque permitem a integração e os interessados em participar precisam se dirigir ao Cras e serem beneficiários do Bolsa Família.

 

Nas segundas-feiras o grupo participa de aulas de dança e futebol, na terça é a vez da capoeira, quarta o grupo participa de palestras/aulas de cunho sócio-educativo, nas quintas e sextas são realizadas as oficinas de música e informática, totalizando 80 crianças e adolescentes atendidos. Na quarta-feira ainda são atendidos 30 alunos da Apae com o oficina de música. Cerca de 25 idosos também são beneficiados com aula de dança e em breve coral e informática. 

 

A secretária de Assistência Social, Regina Patel reforça que o SCFV é mantido pela Secretaria de Assistência Social, através do Cras. “Buscamos sempre oferecer atividades que visem complementar o trabalho social com famílias e prevenir a ocorrência de situações de risco social. Além disso, o SCFV fortalece as relações familiares e comunitárias e promove a integração e a troca de experiências entre os participantes”, comenta.