---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Educação
Alimentação escolar: testes de aceitabilidade estão sendo aplicados nas escolas

Publicado em 18/07/2019 às 09:22 - Atualizado em 18/07/2019 às 09:30

A alimentação adequada e saudável em idade escolar é de fundamental importância, pois auxilia no crescimento, no desenvolvimento, na aprendizagem e no rendimento escolar. A alimentação escolar deve atender às necessidades nutricionais dos escolares e suas preferências alimentares.

Considerando-se a importância da alimentação escolar, o Setor de Alimentação Escolar de Barra Bonita, iniciou no mês de junho avaliações da aceitação de novos alimentos na merenda escolar dos alunos da Rede Municipal de Ensino.

Esse instrumento avalia se os cardápios elaborados e/ou os novos alimentos e preparações estão sendo bem aceitos pelos escolares, de modo a evitar o desperdício e verificar a qualidade do serviço prestado pelas escolas em relação ao fornecimento da alimentação escolar.

Segundo a Nutricionista, diversos testes de aceitabilidade serão realizados, a fim de medir o índice de aceitabilidade da alimentação oferecida aos alunos da rede municipal. “Começamos com a degustação, após em sala de aula pintando as ‘carinhas’, e por final contabilizando a aceitação dos alimentos por parte dos alunos. Através desses testes, será possível realizar um levantamento de aceitabilidade máxima, parcial e mínima, de acordo com as faixas de ensinos (creche, infantil e fundamental). Então após essas etapas, o cardápio passará por alterações ou inclusões de novos alimentos”, finalizou Tamara Cristina Melz.

Estudos apontam que a aceitação de um alimento pelos alunos é relevante para determinar a qualidade do serviço oferecido pelas escolas, no que compete ao fornecimento da alimentação escolar. Além disso, evita o desperdício de recursos públicos na aquisição de gêneros alimentícios desprezados. Para avaliar a aceitação de algum tipo de alimento, o teste de aceitabilidade é uma ferramenta fundamental, pois sua execução é fácil e permite a verificação da preferência média dos alimentos ofertados.